Wine & Music Valley

[atualizado-em format='M d, Y']Atualizado em [/atualizado-em]

Wine Music ValleyRealizado em Lamego, Norte de Portugal, nos dias 14 e 15 de setembro de 2019, o Wine & Music Valley abraçou 17.500 pessoas, entre elas espanhóis, americanos, canadenses, franceses, ingleses e suíços. Um evento completamente inspirado pelo vinho. 

A proposta foi simples: juntar vinho, música e gastronomia em um único lugar. E a equipe Aspectos do Vinho foi lá averiguar de perto, uma vez que são três coisas que casam super bem. Foram dois dias de muitas atrações. Haviam três palcos: os que músicos tocaram e outro onde as provas de vinhos e os chefs se apresentaram. Havia, entre mais de 50 produtores de vinho da Região do Douro, muita música e show cooking com chefs estrelados, o artista plástico que pintava com vinho (tranquilo, do Porto e mosto de uva), a chamada Vinharela, e expunha suas artes como divulgação de seus workshops que ele realiza na com os clientes do enoturismo.
 
O IVDP, Instituto dos Vinhos do Douro e Porto, apresentou uma degustação comentada, por Bento Amaral, com o tema “A Melodia do Vinho do Porto”, relacionando os vinhos com um tipo de música na presença de atores portugueses e brasileiros.
 
Foi um reencontro de amigos, enólogos e muitas provas de vinhos indescritíveis.
 
A organização do evento acredita que o Wine & Music Valley “é uma oportunidade única para atrair turistas nacionais e internacionais, novos públicos e incentivar as empresas a investirem de forma sustentada e regular nesta região, promovendo a gastronomia, a produção vinícola, o desenvolvimento do enoturismo e o lazer”.
 
Já para Gilberto Igrejas, presidente do Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, garantiu que “a mais antiga região delimitada e regulamentada do mundo teria que estar associada ao primeiro e maior evento desta natureza, alguma vez realizado no nosso país, aliando os Vinhos do Douro e do Porto à boa gastronomia e a um cartaz de artistas verdadeiramente excepcional. De fato, o Alto Douro Vinhateiro – paisagem única, protegida pela UNESCO desde 2001 – foi palco de uma celebração única, em plena vindima, onde acorreram milhares de pessoas de todas as faixas etárias. Este evento prestou tributo à história, à região duriense e a todos aqueles que continuam a trabalhar ano após ano. Serviu, também, para olharmos com otimismo a forma como poderemos enfrentar corajosamente o futuro”.
 
Fontes: Revista de Vinhos; Port Wine Day; Câmara Municipal de São João da Pesqueira; IVDP – Instituto dos Vinhos do Douro e Porto; Wine & Music Festival.
Fotos
Roberta Ortolan

Roberta Ortolan

Co-fundadora
Mestre e Doutoranda em Ciências da Cultura,
graduada em Artes, Sommelière ABS-SP/ASI.

Veja também