Black Rot – Podridão Negra

[atualizado-em format='M d, Y']Atualizado em [/atualizado-em]

Black Rot - Podridão Negra

A doença que anda a tirar o sono dos viticultores em diversas regiões de Portugal.

Black Rot, doença também conhecida como Podridão Negra, surge na primavera e pode-se manifestar até ao fecho dos cachos. Ataca todos órgãos da videira em fase de crescimento ativo, provocando estragos nas folhas, pecíolos (o “pé” das folhas), pâmpanos e cachos.

Nas folhas, os sintomas caracterizam-se por pequenas manchas, mais ou menos circulares, acastanhadas, com rebordo escuro e com pontos negros no seu interior. 

Saber identificar os sintomas desta doença é importante porque o ataque nos cachos provoca prejuízos não só de natureza quantitativa, podendo levar à perda total da colheita mas também qualitativa, afetando a qualidade do vinho quando o ataque nos cachos é intenso.

Para se desenvolver, a Black Rot precisa de longos períodos de chuva, o que tem sido comum nesta primavera, por isso deve-se estar atento ao aparecimento dos sintomas. 

O combate a esta doença pode ser feito em simultâneo com o tratamento para o Míldio , Oídio e Escoriose , desde que o produto utilizado seja eficaz para a Black Rot. Durante a desfolha pode-se retirar da videira as folhas que apresentam manchas e eliminar essas folhas da vinha.

Nos últimos anos, a Black Rot tem vindo a aumentar de incidência em algumas regiões vitivinícolas de Portugal, pelo que é importante prevenir a sua propagação na vinha o mais cedo possível.

Conheça também os problemas causados pela Traça da Uva

Ana Cristina Duarte

Ana Cristina Duarte

Colunista
Viticultora com Mestrado e Licenciatura em Engª. Agronómica.

Veja também